SEO para blogs: o guia completo

Avatar
Head of Content @ Ahrefs (or, in plain English, I'm the guy responsible for ensuring that every blog post we publish is EPIC).
    Des­de 2015, cresce­mos o Blog da Ahrefs de zero para mais de 600.000 vis­i­tas de pesquisa mensais.

    Qual é o nos­so seg­re­do? Consistência.

    Temos uti­liza­do a mes­ma estraté­gia de SEO nos últi­mos seis anos e ela fun­ciona bem.

    Neste guia, aprenderá:

    Mas primeiro, vamos ter certeza de que esta­mos na mes­ma página.

    SEO para blogs é o proces­so de escr­ev­er e otimizar o con­teú­do do blog para posi­cionar em motores de pesquisa como o Google. As tare­fas comuns asso­ci­adas ao SEO para blogs incluem pesquisa de palavras-chave, escri­ta de con­teú­do, SEO na pági­na e con­strução de lig­ações.

    Emb­o­ra exis­tam muitas for­mas de dire­cionar o tráfego para um blog, o tráfego dos motores de pesquisa tende a ser o mais estáv­el e con­sis­tente. Se pud­er posi­cionar-se para as palavras-chave que as pes­soas estão à procu­ra e man­tiv­er essas posições, as suas pub­li­cações atrairão tráfego seg­men­ta­do con­sis­tente do Google.

    Muitas out­ras ori­gens de tráfego ten­dem a resul­tar num pico ini­cial no tráfego, mas isso é rap­i­da­mente segui­do por uma que­da acentuada.

    É impor­tante enten­der que não pode sim­ples­mente cri­ar qual­quer pub­li­cação de blog anti­ga e esper­ar que ela atra­ia mil­hares de vis­i­tas do Google. Não fun­ciona assim. Para ter a mel­hor hipótese de posi­ciona­men­to, pre­cisa de faz­er a sua pesquisa e cri­ar as suas pub­li­cações de blog para SEO.

    Eis como fazê-lo isso em cin­co passos

    1. Encon­tre uma palavra-chave
    2. Ver­i­fique a intenção de pesquisa
    3. Escol­ha um for­ma­to e ângu­lo vencedores
    4. Crie um esboço basea­do em dados
    5. Escre­va a publicação

    1. Encontre uma palavra-chave

    Cada pub­li­cação de blog que escreve deve ser otimiza­da para uma palavra-chave prin­ci­pal, e essa palavra-chave deve ser algo que as pes­soas estão real­mente a pesquis­ar mês após mês. Afi­nal, é impos­sív­el obter tráfego de pesquisa para uma pub­li­cação de blog sobre um tópi­co que ninguém está à procura.

    Como encon­trar essas palavras-chave? Uti­lize uma fer­ra­men­ta de pesquisa de palavras-chave como o Explo­rador de Palavras-chave da Ahrefs.

    Insira algu­mas palavras ou fras­es “semente” gerais rela­cionadas com o tópi­co do seu blog e, em segui­da, ver­i­fique o relatório de ideias de palavras-chave Cor­re­spondên­cia de Frase.

    Por exem­p­lo, se tem um blog de comi­da, pode usar palavras-chave ‘semente’ como:

    • Fran­go
    • Mas­sa
    • Recei­ta
    • Receitas
    • Costele­tas
    • Bife

    O Explo­rador de Palavras-chave encon­tra mais de 14 mil­hões de palavras-chave con­tendo uma ou mais dessas fras­es, mas não faz sen­ti­do escr­ev­er pub­li­cações sobre todas. Pre­cisa de pesquis­ar a lista à procu­ra de tópi­cos que façam sen­ti­do para si.

    Por exem­p­lo, faria todo o sen­ti­do para um autor de um blog de culinária escr­ev­er uma pub­li­cação sobre “fran­go tik­ka masala”, mas não sobre “dar um frango”.

    Se o seu blog for bas­tante recente, con­vém definir o fil­tro de Difi­cul­dade de Palavras-chave (KD) para algo baixo para se con­cen­trar em ideias de baixa dificuldade.

    Leitu­ra recomen­da­da: Como Encon­trar Palavras-chave de Baixa Con­cor­rên­cia para SEO

    2. Verifique a intenção de pesquisa

    Estar nas primeiras posições no Google é o seg­re­do para obter tráfego de pesquisa con­sis­tente para as pub­li­cações do seu blog, mas a menos que as pes­soas este­jam real­mente à procu­ra por pub­li­cações de blog quan­do procu­ram a sua palavra-chave, as suas hipóte­ses de posi­ciona­men­to são quase nulas.

    É por isso que é impor­tante enten­der se a maio­r­ia dos uti­lizadores está à procu­ra de uma pub­li­cação de blog ou out­ra coisa. Isto é con­heci­do como avali­ação da intenção de pesquisa.

    Para fazê-lo, escre­va a sua palavra-chave no Google e observe os resul­ta­dos da pesquisa. Como o obje­ti­vo prin­ci­pal do Google é entre­gar resul­ta­dos rel­e­vantes aos uti­lizadores, os seus resul­ta­dos de pesquisa são uma óti­ma maneira de iden­ti­ficar a intenção da pesquisa.

    Por exem­p­lo, escol­ha uma palavra-chave como “faz­er massa”.

    Pode supor que não faria sen­ti­do escr­ev­er uma pub­li­cação sobre isto porque as pes­soas estão, sem dúvi­da, à procu­ra de com­prar máquinas para faz­er mas­sa. Mes­mo assim, se olhar para os resul­ta­dos da pesquisa, verá que a maio­r­ia deles são pub­li­cações de blogs com comen­tários sobre as mel­hores máquinas para faz­er massa.

    Leitu­ra recomen­da­da: Guia para Prin­cipi­antes em Intenção de Pesquisa

    3. Escolha um formato e ângulo vencedores

    Mes­mo se os uti­lizadores estiverem à procu­ra de pub­li­cações de blog, não pode sim­ples­mente escr­ev­er qual­quer pub­li­cação anti­ga e posi­cionar-se na primeira posição, porque os uti­lizadores muitas vezes procu­ram algo especí­fi­co. Pre­cisa desco­brir o que isso é para desen­volver um for­ma­to e ângu­lo vence­dores para a sua publicação.

    Escolher um formato vencedor

    A maio­r­ia das pub­li­cações de blog é escri­ta num destes formatos:

    • Guia práti­co
    • Tuto­r­i­al pas­so a passo
    • Lis­ti­cle
    • Arti­go de opinião
    • Críti­ca
    • Com­para­ção

    Como sabe que for­ma­to estão os uti­lizador a procu­rar? Pro­cure o for­ma­to dom­i­nante nos resul­ta­dos da pesquisa.

    Por exem­p­lo, a maio­r­ia dos resul­ta­dos de “ideias para o jan­tar” são listicles:

    Ain­da assim, a maio­r­ia dos resul­ta­dos para “costele­tas na grel­ha” são guias de como fazer:

    As coisas são sem­pre tão sim­ples e óbvias? Claro que não. Às vezes, haverá uma mis­tu­ra uni­forme de vários for­matos de con­teú­do nos resul­ta­dos, como é o caso de “costele­tas de boi”.

    Ness­es casos, tem algu­mas opções:

    1. Veja o que a pági­na com mel­hor posição está a fazer
    2. Pro­cure por algo em comum entre os 2–3 primeiros
    3. Faça o seu mel­hor palpite

    Escolher um ângulo vencedor

    É mais difí­cil quan­tificar o ângu­lo do que o for­ma­to, mas é efe­ti­va­mente o prin­ci­pal argu­men­to de ven­da do seu conteúdo.

    Como desco­bre um ângu­lo vencedor?

    Adi­v­in­hou: olhe para os SERPs.

    Por exem­p­lo, as pes­soas que pesquisam “bife da vazia” dese­jam clara­mente uma recei­ta que inclua uma mari­na­da. Se quis­er posi­cionar-se, provavel­mente vale a pena dar às pes­soas o que elas querem, em vez de ape­nas diz­er-lhes para tem­per­ar com sal e pimen­ta e colo­car numa panela.

    Aqui estão alguns ângu­los de con­teú­do comuns que são vis­tos nos resul­ta­dos da pesquisa:

    Exper­iên­cia pes­soal → 21 As Mel­hores Fer­ra­men­tas de Mar­ket­ing Online que Usamos na Ahrefs

    Mel­hor → 6 Mel­hores Pod­casts de Marketing

    Comen­tário de espe­cial­ista → 33 Dicas de Orga­ni­za­ção Apoiadas por Especialistas

    Para prin­cipi­antes → 17 Dicas de Blog para Principiantes

    Resul­ta­do especí­fi­co → 12 Dicas Ráp­i­das de SEO para Aumen­tar o Tráfego Orgânico

    Tes­ta­do e ver­i­fi­ca­do → 26 As Mel­hores Exten­sões Gra­tu­itas do Chrome para SEOs (Tes­tadas e Verificadas)

    Fres­co→ Mar­ket­ing de Con­teú­do: um Guia Abrangente para 2021

    Claro, exis­tem muitos SERPs onde não verá um ângu­lo de con­teú­do dom­i­nante. Nesse caso, dê seu mel­hor palpite.

    4. Crie um esboço baseado em dados

    Ter algu­ma ideia do que incluir nas pub­li­cações do blog tornará muito mais fácil escrevê-las. Mas emb­o­ra pos­sa cri­ar um esboço com base na intu­ição, é sem­pre mel­hor ado­tar uma abor­dagem basea­da em dados para enten­der o que os uti­lizadores do motor de pesquisa estão real­mente a procurar.

    Vejamos algu­mas for­mas de o fazer.

    Procure subtítulos comuns

    Os sub­tí­tu­los geral­mente alin­ham-se com os sub­tópi­cos. Se vir sub­tí­tu­los comuns em várias pub­li­cações de posições supe­ri­ores para a sua palavra-chave, provavel­mente é algo que os uti­lizadores dese­jam saber.

    Por exem­p­lo, três das pági­nas mais bem posi­cionadas de “bife da vazia” apre­sen­tam o sub­tí­tu­lo “o que é bife da vazia?”.

    Provavel­mente vale­ria a pena incluir uma seção semel­hante em qual­quer pub­li­cação dire­ciona­da a esta palavra-chave.

    Se quis­er acel­er­ar o proces­so de olhar para sub­tí­tu­los, pode usar o relatório gra­tu­ito SEO na pági­na na bar­ra de fer­ra­men­tas de SEO da Ahrefs para ver todos os sub­tí­tu­los de uma publicação.

    Procure palavras-chave comuns

    A maio­r­ia das pági­nas que são posi­cionadas na primeira pági­na do Google para uma palavra-chave tam­bém estão entre as 10 primeiras para cen­te­nas de out­ras palavras-chave. E algu­mas dessas palavras-chave rep­re­sen­tarão sub­tópi­cos que pode quer­er incluir na pub­li­cação do seu blog.

    Como encon­tra essas palavras-chave?

    Bas­ta inserir algu­mas pági­nas de posição supe­ri­or na Fer­ra­men­ta de Lacu­na de Con­teú­do da Ahrefs, definir o modo como URL e deixar o cam­po infe­ri­or em branco.

    Clique em “Mostrar palavras-chave” para ver todas as palavras-chave posi­cionadas por uma ou mais dessas páginas.

    Porque geral­mente há muitas palavras-chave e ruí­do, vale a pena uti­lizar o fil­tro de inter­seções para encon­trar palavras-chave para as quais duas ou mais pági­nas estão posicionadas.

    Neste caso, muitas das palavras-chave são ape­nas for­mas difer­entes de pesquis­ar a nos­sa palavra-chave prin­ci­pal. Mas há alguns que cor­re­spon­dem a sub­tópi­cos como “o que é bife da vazia”, “mari­na­da de bife da vazia” e “por quan­to tem­po grel­har bife da vazia”.

    Verifique o relatório “também fala sobre”

    Insira a sua palavra-chave prin­ci­pal no Explo­rador de Palavras-chave da Ahrefs e ver­i­fique o relatório Tam­bém fala sobre para ver as palavras-chave men­cionadas com fre­quên­cia nas pági­nas de posição superior.

    Se fiz­er­mos isto para “bife da vazia”, ver­e­mos palavras-chave como:

    • carne asa­da
    • açú­car mascavado
    • vin­ho tinto
    • mol­ho de soja
    • azeite

    Isso nos diz exata­mente o que os uti­lizadores provavel­mente estão à procu­ra e até nos dá algu­mas ideias para o tipo de mari­na­da que procuram.

    5. Escreva a publicação

    Final­mente é hora de começar a bater teclas para escr­ev­er o seu primeiro ras­cun­ho. A boa notí­cia é que, como já criou um esboço basea­do em dados, não há neces­si­dade de se pre­ocu­par em “espal­har palavras-chave” ou qual­quer coisa assim. Bas­ta escr­ev­er e preencher as lacunas.

    A maior parte do tra­bal­ho árduo de otimiza­ção já é feito alin­han­do a sua pub­li­cação de blog com a intenção de pesquisa e adotan­do uma abor­dagem basea­da em dados para o con­teú­do em si. Mas vale a pena faz­er mais algu­mas otimiza­ções para dar à sua pub­li­cação a mel­hor hipótese de se posi­cionar no Google.

    Aqui está uma lista ráp­i­da de ver­i­fi­cação de SEO que pode seguir para cada pub­li­cação que pub­licar para colo­car a cere­ja no topo do bolo:

    Inclua a sua palavra-chave no título

    A maio­r­ia das platafor­mas de blog, como o Word­Press, envolverá o títu­lo da pági­na num cabeçal­ho H1, que é provavel­mente o moti­vo pelo qual incluir a palavra-chave no títu­lo é SEO para prin­cipi­antes.

    Se já leu algu­ma das nos­sas pub­li­cações antes, provavel­mente notou que incluí­mos a palavra-chave na maio­r­ia dos títulos.

    Isto vai faz­er ou destru­ir o seu posicionamento?


    Defin­i­ti­va­mente não. Mas cada pon­to vale.

    Este­ja ciente de que nem sem­pre faz sen­ti­do incluir a palavra-chave exata­mente como está escri­ta no títu­lo. Às vezes, é mel­hor uti­lizar uma vari­ação para facil­i­tar a leitura.

    Por exem­p­lo, a nos­sa palavra-chave para esta pub­li­cação é “como con­seguir mais assi­nantes no YouTube”, mas não usamos essa frase exa­ta no nos­so títu­lo porque é um listicle.

    Mantenha a sua etiqueta de título curta

    As eti­que­tas de títu­lo são impor­tantes porque apare­cem nos resul­ta­dos de pesquisa:

    A maio­r­ia das platafor­mas de blog, como o Word­Press, definirá o títu­lo do seu post como eti­que­ta de títu­lo. Nor­mal­mente, isso não é um prob­le­ma, mas se o seu títu­lo for par­tic­u­lar­mente lon­go, ele pode ficar cor­ta­do nos resul­ta­dos da pesquisa.

    Isto é sem­pre uma coisa má? Na ver­dade não, mas geral­mente é acon­sel­háv­el cor­tar o mal pela raiz.

    Pode faz­er isto ao cri­ar uma ver­são mais cur­ta do títu­lo da sua pub­li­cação para uti­lizar como eti­que­ta de título.

    Foi o que fize­mos com esta publicação:

    Nota adi­cional.
    Nós uti­lizamos o Yoast SEO para faz­er isto no Word­Press. Pode tam­bém uti­lizar o Rank Math, o The SEO Frame­work, ou qual­quer out­ro plu­g­ins de SEO para Word­Press. Se estiv­er a uti­lizar out­ra platafor­ma como o Square­space ou o Wix, deve ter a capaci­dade de alter­ar as eti­que­tas de títu­lo imediatamente.

    Leitu­ra recomen­da­da: Como Cri­ar a Eti­que­ta de Títu­lo Per­fei­ta para SEO

    Utilize um URL intemporal

    Já viu um resul­ta­do de pesquisa como este?

    O títu­lo diz que a pub­li­cação foi pub­li­ca­da em 2021, mas a URL diz 2017. Então, de quan­do é?

    Se inserir­mos este URL no Explo­rador de Con­teú­do da Ahrefs, obter­e­mos a nos­sa respos­ta: o post foi pub­li­ca­do orig­i­nal­mente em 2017, mas atu­al­iza­do em 2021.

    Como o autor não con­seguiu uti­lizar um URL intem­po­ral quan­do lançou a pub­li­cação orig­i­nal­mente, a ver­são atu­al­iza­da parece anti­ga porque “2017” per­manece no URL.

    É por isso que é impor­tante uti­lizar URLs intem­po­rais que não fiquem desat­u­al­iza­dos, e a for­ma mais fácil de o faz­er é definir o slug de URL da sua pub­li­cação com a palavra-chave de des­ti­no. Isso tam­bém tem a van­tagem de man­ter os seus URLs cur­tos e agradáveis ​​para reduzir o corte nas SERPs.

    Leitu­ra recomen­da­da: Como Cri­ar URLs Com­patíveis com SEO (Pas­so a Passo)

    Crie uma meta-descrição atraente

    As meta descrições geral­mente apare­cem como excer­tos des­critivos na SERP.

    Ao elab­o­rar uma meta descrição atraente, pode atrair mais uti­lizadores a clicar na pub­li­cação do seu blog nos resul­ta­dos da pesquisa. Isto leva a mais tráfego orgânico.

    Como cria uma meta descrição atraente?

    Pro­cure semel­hanças entre os excer­tos des­critivos das pub­li­cações das primeiras posições.

    Por exem­p­lo, todos os resul­ta­dos para “tacos de bife” falam sobre os mel­hores cortes de bife para o tra­bal­ho, com o Google a colo­car inclu­si­va­mente ter­mos a negri­to como “bife” e “carne”. Por­tan­to, essas são coisas que provavel­mente gostaria de men­cionar na sua meta descrição.

    Para “bife da vazia”, todos os excer­tos são definições — então é isso que gostaria de escr­ev­er aqui.

    Leitu­ra recomen­da­da: Como Escr­ev­er a Meta Descrição Perfeita

    Otimize as imagens

    Deve otimizar as suas ima­gens de pub­li­cação de blog para aces­si­bil­i­dade e ajudá-las a posi­cionar-se nas Ima­gens do Google — o que pode enviar mais tráfego para si.

    Por exem­p­lo, este é o tráfego do nos­so blog com origem nas Ima­gens do Google nos últi­mos 3 meses:

    Veja como otimizar as suas imagens:

    • Uti­lize nomes de ficheiros des­critivos. Pense em gato-fofinho.jpg, não em IMG_95742.jpg.
    • Adi­cione tex­to alter­na­ti­vo des­criti­vo. Descre­va as suas ima­gens em pou­cas palavras para aju­dar os uti­lizadores com defi­ciên­cia visu­al que uti­lizam leitores de ecrã.
    • Com­pri­ma-as. Uti­lize plu­g­ins como o Short­Pix­el ou o EWWW Image Opti­miz­er para tal.

    Leitu­ra recomen­da­da: Ima­gens para SEO: 12 Dicas acionáveis

    Adicione um índice

    Um índice remete para as sub­seções impor­tantes da sua pub­li­cação e aju­da os vis­i­tantes a encon­trar as infor­mações que procuram.

    Aqui está um exem­p­lo des­ta mes­ma publicação:

    O nos­so é cod­i­fi­ca­do de for­ma per­son­al­iza­da, mas plu­g­ins gra­tu­itos, como o Easy Table of Con­tents, tor­nam mais fácil adi­cionar um índice a prati­ca­mente qual­quer publicação.

    Além dos bene­fí­cios de UX, um índice tam­bém pode aju­dar a acionar sitelinks em pub­li­cações nas SERPs — o que pode ajudá-lo a gan­har ain­da mais cliques orgânicos.

    Aqui está um exem­p­lo do nos­so guia para redi­re­ciona­men­tos 301:

    Estas são as secções lis­tadas no nos­so índice:

    Leitu­ra recomen­da­da: O que são Sitelinks? Como Influenciá-los

    Inclua ‘excertos ligáveis’

    Excer­tos ligáveis ​​são infor­mações que estim­u­lam as pes­soas a cri­ar uma lig­ação para as suas pub­li­cações no blog.

    Obter mais lig­ações é impor­tante porque elas são um fator de posi­ciona­men­to con­heci­do. O Google disse-nos isso em muitas ocasiões e tam­bém encon­tramos uma cor­re­lação clara entre back­links e tráfego orgâni­co no nos­so estu­do de mais de mil mil­hões de pági­nas.

    Mas como sabe o que con­sti­tui um ‘excer­to ligáv­el’ para o seu tópico?

    Este é um méto­do simples:

    1. Insira a pági­na de posição supe­ri­or para a sua palavra-chave no Explo­rador de Web­sites da Ahrefs
    2. Vá ao relatório Âncoras
    3. Pro­cure motivos comuns nas âncoras

    Se fiz­er­mos isto para uma das pub­li­cações mais impor­tantes em “téc­ni­cas de SEO”, ver­e­mos muitas pes­soas a faz­er lig­ação dev­i­do às estatísticas.

    Provavel­mente, podemos atrair mais pes­soas para cri­ar uma lig­ação para a nos­sa pub­li­cação sobre o tópi­co, incluin­do estatís­ti­cas semelhantes.

    Se fiz­er­mos isto para uma das prin­ci­pais pub­li­cações sobre dire­itos de autor em SEO, ver­e­mos muitas pes­soas a cri­ar lig­ações por causa de dois con­ceitos únicos:

    Se quis­er­mos obter mais back­links para a nos­sa pub­li­cação sobre dire­itos de autor em SEO, provavel­mente dev­eríamos incluir algu­mas das nos­sas próprias ideias exclu­si­vas na publicação.

    Adicione marcação de schema

    A mar­cação de schema é códi­go que aju­da os motores de pesquisa a enten­der mel­hor e exibir o seu con­teú­do nos resul­ta­dos da pesquisa.

    Para pub­li­cações de blog, a prin­ci­pal uti­liza­ção da mar­cação de schema é gan­har excer­tos ricos como este:

    Os excer­tos ricos podem aumen­tar os cliques e levar a mais tráfego orgâni­co para as pub­li­cações do seu blog.

    Então, como sabe se deve adi­cionar mar­cação de schema à sua publicação?

    Aqui está uma cábu­la rápida:

    Leitu­ra recomen­da­da: Excer­tos ricos: O Que São e Como Consegui-los?

    Adicione ligações internas

    Lig­ações inter­nas são lig­ações de uma pági­na ou pub­li­cação para out­ra no mes­mo domínio. Eles são impor­tantes porque aumen­tam a ‘autori­dade’ das pági­nas e aju­dam o Google a enten­der do que tra­ta uma página.

    É por isso que faz sen­ti­do adi­cionar lig­ações inter­nas rel­e­vantes a cada arti­go que pub­li­ca no blog.

    Pode encon­trar opor­tu­nidades rel­e­vantes com o Google. Bas­ta pesquis­ar por:

    site:oseuwebsite.com "palavra-chave principal para a sua publicação"

    Por exem­p­lo, se a pub­li­cação do seu blog for sobre bife da vazia, pesquis­aria por:

    site:oseuwebsite.com "bife da vazia"

    Isto retornará as pági­nas do seu web­site que men­cionam a palavra-chave alvo da sua publicação:

    É então sim­ples­mente o caso de lig­ar essas palavras e fras­es à sua nova pub­li­cação no blog, quan­do for relevante.

    Tam­bém pode encon­trar opor­tu­nidades de lig­ações inter­nas gra­tuita­mente uti­lizan­do a Audi­to­ria de Web­sites nas Fer­ra­men­tas para Web­mas­ters da Ahrefs. Bas­ta ir ao relatório Opor­tu­nidades de Lig­ações e adi­cionar a sua pági­na de destino:

    https://www.youtube.com/watch?v=eWJtcPzGQWY

    Leitu­ra Recomen­da­da: Lig­ações Inter­nas para SEO: Um Guia Acionável

    O SEO para o blog não é uma coisa a faz­er uma úni­ca vez. Não pode sim­ples­mente escr­ev­er e otimizar uma pub­li­cação e encer­rar o dia. Faz­er com que as suas pub­li­cações ten­ham uma boa posição no Google e man­ter esse posi­ciona­men­to ao lon­go do tem­po é um proces­so contínuo.

    Vejamos algu­mas táti­cas que pode uti­lizar para mel­ho­rar e man­ter o posi­ciona­men­to das pub­li­cações do blog.

    Atualize as suas publicações regularmente

    Se acom­pan­ha o Blog da Ahrefs há algum tem­po, sabe que atu­al­izamos e repub­li­camos as pub­li­cações do blog quase com a mes­ma fre­quên­cia com que escreve­mos novas.

    Na ver­dade, de acor­do com o Explo­rador de Con­teú­do, nós repub­li­camos cer­ca de ¼ das nos­sas publicações.

    A razão de faz­er­mos isto é porque o posi­ciona­men­to rara­mente duram para sem­pre. As nos­sas pub­li­cações cos­tu­mam ficar ultra­pas­sadas e desat­u­al­izadas com o tem­po, o que leva a uma que­da nas posições e no tráfego orgânico.

    Foi exata­mente isso que acon­te­ceu com a nos­sa pub­li­cação sobre as prin­ci­pais pesquisas do Google:

    Como resolve­mos o problema?

    Atu­al­izan­do e repub­li­can­do a publicação.

    Pode ver­i­ficar quan­do o fize­mos, pois há um grande pico de tráfego no gráfico:

    Tam­bém fre­quente­mente ree­screve­mos e repub­li­camos pub­li­cações em que jul­g­amos mal a intenção de pesquisa.

    Por exem­p­lo, pub­licá­mos um estu­do de SEO na pági­na em 2016, mas nun­ca teve um posi­ciona­men­to par­tic­u­lar­mente alto ou obteve muito tráfego orgâni­co porque os uti­lizadores não que­ri­am um estu­do. Então, em 2018, ree­screve­mos a pub­li­cação como um guia e a repub­li­camos com o mes­mo URL.

    Isso resul­tou num pico enorme e con­sis­tente no tráfego orgânico.

    Leitu­ra Recomen­da­da: Repub­li­cação de Con­teú­do: Como Atu­alizar Pub­li­cações Anti­gas de Blog para SEO

    Otimize para excertos em destaque

    Os excer­tos em destaque são pequenos pedaços de infor­mação que apare­cem no topo de alguns resul­ta­dos de pesquisa. Geral­mente são reti­ra­dos de uma das pági­nas entre as 10 primeiras e têm como obje­ti­vo fornecer uma respos­ta sucin­ta à per­gun­ta do utilizador.

    Ao otimizar a sua pub­li­cação de blog para o excer­to em destaque, às vezes pode atal­har cam­in­ho para chegar à posição superior.

    Esta é a maneira mais sim­ples de encon­trar opor­tu­nidades de excer­tos em destaque para as suas publicações:

    1. Insira o seu blog no Explo­rador de Web­sites da Ahrefs
    2. Vá ao relatório de Palavras-chave Orgânicas
    3. Fil­tre por palavras-chave com excer­tos em destaque para os quais não se posicionou

    Em segui­da, é ape­nas uma questão de adi­cionar ou refor­matar as infor­mações necessárias para ser elegív­el para o excer­to da sua pub­li­cação no blog.

    https://www.youtube.com/watch?v=TuTMLbbnlg0

    Leitu­ra recomen­da­da: Como Otimizar para os Excer­tos em Destaque do Google

    Crie grupos de conteúdo

    Os gru­pos de con­teú­do são coleções interli­gadas de pub­li­cações de blog sobre um deter­mi­na­do tópico.

    Con­sis­tem nes­tas três partes:

    1. Uma pub­li­cação ‘cen­tral’ sobre um tópi­co amplo.
    2. Sub pub­li­cações sobre partes do tópi­co amplo.
    3. Lig­ações inter­nas de e para a pági­na cen­tral e para subpublicações.

    Muitos profis­sion­ais de SEO acred­i­tam que a cri­ação de um grupo de con­teú­do a par­tir de pub­li­cações de blog irá mel­ho­rar o posi­ciona­men­to de todas as pub­li­cações no grupo. Exis­tem alguns motivos para isto, mas a teo­ria prin­ci­pal é que aju­da o Google a olhar para o seu web­site como uma fonte con­fiáv­el de infor­mações sobre um tópico.

    No que toca à cri­ação de um grupo de con­teú­do, pode cri­ar um do zero ou criá-los a par­tir de pub­li­cações de blog que já escreveu sobre um tópi­co semelhante.

    Leitu­ra recomen­da­da: Gru­pos de Con­teú­do para SEO: Como Obter Mais Tráfego e Ligações

    Crie mais ligações

    Como há uma cor­re­lação clara entre back­links e posi­ciona­men­to, provavel­mente terá difi­cul­dade em super­ar as pub­li­cações com sig­ni­fica­ti­va­mente mais lig­ações de alta qual­i­dade do que os seus.

    Como sabe quan­tas lig­ações têm as pági­nas concorrentes?

    Ver­i­fique a visão ger­al do SERP para a sua palavra-chave alvo no Explo­rador de Palavras-chave da Ahrefs:

    Pode então apro­fun­dar os seus per­fis de lig­ações para ver­i­ficar a qual­i­dade das suas lig­ações e ter uma mel­hor noção da ver­dadeira difi­cul­dade de posicionamento.

    Leitu­ra recomen­da­da: Difi­cul­dade de Palavras-chave: Como Deter­mi­nar as suas Hipóte­ses de Posi­ciona­men­to no Google

    Pensamentos finais

    O SEO para blogs tem tudo a ver com con­sistên­cia. Pre­cisa de escr­ev­er, otimizar e atu­alizar as pub­li­cações do blog com foco em pesquisa de for­ma con­sis­tente. Leva tem­po e o posi­ciona­men­to não aparece da noite para o dia, mas é prati­ca­mente a úni­ca for­ma de dire­cionar o tráfego de pesquisa con­sis­tente para o seu blog.

    Se o seu blog for novo e não tiv­er ‘autori­dade’, tam­bém pode valer a pena começar com palavras-chave de baixa com­petição para as quais é mais fácil posicionar-se.

    Sai­ba mais sobre como ini­ciar e expandir o seu blog para 100 mil vis­i­tantes men­sais e muito mais no nos­so cur­so de blog­ging gra­tu­ito para negó­cios.

    Ficou com questões? Diga-me no Twit­ter.