Como Escolher as Palavras-chave Certas para SEO

Como Escolher as Palavras-chave Certas para SEO

Avatar
Diretor de conteúdo da Ahrefs (ou, de forma simplificada, sou o responsável por garantir que cada artigo no blog que aqui publicamos é ÉPICO).
Article Performance
Data from Ahrefs
  • Websites com ligações

The number of websites linking to this post.

This post's estimated monthly organic search traffic.

    As palavras-chave que escol­he podem cri­ar ou destru­ir a sua cam­pan­ha de SEO.

    Se fiz­er escol­has inteligentes de palavras-chave, cri­ará con­teú­do com o poten­cial de atrair tráfego orgâni­co valioso, mês após mês. Se escol­her a palavras-chave erradas, o seu con­teú­do irá somente atrair tráfego com pouco val­or — ou nenhum.

    Por isso, como deve escol­her as palavras-chave cor­re­tas para SEO?

    Muitas pes­soas com­pli­cam este proces­so, mas a real­i­dade é que não é assim tão difícil.

    Aqui está como o pode faz­er em qua­tro sim­ples passos:

    1. Encon­tre palavras-chave com poten­cial de tráfego de pesquisa
    2. Cer­ti­fique-se de que cria con­teú­do alin­hado com a intenção de pesquisa
    3. Cer­ti­fique-se de que as palavras-chave têm “poten­cial de negócio”
    4. Cer­ti­fique-se de que con­segue clas­si­ficar a palavra-chave

    A menos que as pes­soas este­jam real­mente a procu­rar por uma palavra-chave, não faz sen­ti­do seg­men­tá-la. Isto porque ter uma ele­va­da clas­si­fi­cação de uma palavra-chave que ninguém procu­ra não irá enviar tráfego para si. Sim­ples­mente não tem poten­cial de tráfego.

    Para encon­trar o que as pes­soas estão a pesquisa, pre­cisa de uma fer­ra­men­ta de pesquisa de palavras-chave.

    O Google tem uma gra­tui­ta chama­da Key­word Plan­ner. A for­ma de fun­ciona­men­to é bas­tante sim­ples: intro­duz um tópi­co e recebe de vol­ta ideias para palavras-chave rel­e­vantes e vol­umes de busca.

    Por exem­p­lo, aqui estão algu­mas das ideias e vol­umes de pesquisa que nos apare­cem para “comi­da de cão”:

    Infe­liz­mente, o Google Key­word Plan­ner (GKP) tem uma grande fal­ha: só mostra ape­nas os inter­va­l­os de vol­ume de pesquisa, ao invés dos vol­umes de pesquisa men­sais (a não ser que ten­ha anún­cios em andamento).

    Alguns dos inter­va­l­os são enormes, tam­bém. Pode ver­i­ficar aci­ma que algu­mas palavras-chave enquadram-se no inter­va­lo de 10–100 mil. Isto tor­na com­pli­ca­do saber quais pri­orizar, já que o inter­va­lo é tão vas­to. A palavra-chave pode ter 10 mil pesquisas men­sais, 40 mil, 80 mil, ou 100 mil — não há for­ma de saber.

    Para con­seguir esti­ma­ti­vas pre­cisas de vol­ume de pesquisa de palavras-chave, neces­si­ta de uma ter­ceira fer­ra­men­ta como a Key­words Explor­er. Esta fun­ciona de uma for­ma muito semel­hante à GKP. Insere um tópi­co/­palavra-chave semente, e mostra-lhe ideias de palavras-chave e vol­umes de procu­ra mensais.

    A difer­ença é que as esti­ma­ti­vas de vol­ume de pesquisa são muito mais pre­cisas e con­segue por nor­ma ter mais ideias do que no GKP.

    Por exem­p­lo, se intro­duzir a palavra-chave semente “comi­da de cão”, e ver­i­ficar o relatório de ter­mos de cor­re­spondên­cia (Match­ing terms), con­segue ver mais de 416 mil ideias de palavras-chave com vol­umes de pesquisa, entre out­ros dados:

    Gener­i­ca­mente falan­do, palavras-chave com vol­umes ele­va­dos de pesquisa têm maior poten­cial de tráfego. Porém, ao se clas­si­ficar para algu­mas palavras-chave, con­segue muito mais tráfego do que imag­i­na, dado o vol­ume de pesquisa.

    Por exem­p­lo, aqui está o vol­ume de pesquisa para “mel­hor comi­da de cão”:

    69 mil. Bas­tante elevado.

    Mas se arras­tar para baixo para a visão ger­al de SERP e ver­i­ficar o tráfego esti­ma­do para a pági­na clas­si­fi­ca­da no topo, verá que o poten­cial de tráfego neste tópi­co é muito mais elevado.

    A pági­na no topo de clas­si­fi­cação tem uma esti­ma­ti­va de 144,298 vis­i­tas de pesquisa orgâni­ca men­sal. É mais do que o dobro de vol­ume de pesquisa para “mel­hor comi­da de cão”.

    Por out­ro lado, algu­mas palavras-chave irão traz­er bem menos tráfego do que o esper­a­do, dev­i­do aos seus vol­umes. Por exem­p­lo, a palavra-chave “comi­da de cachor­ro” tem um vol­ume de pesquisa de 22 mil…

    … mas a pági­na no topo de clas­si­fi­cação tem somente uma esti­ma­ti­va de 7 mil vis­i­tas mensais:

    Por isso, quan­do está à procu­ra de palavras-chave com poten­cial de tráfego, nun­ca con­fie ape­nas no vol­ume de pesquisa. Ver­i­fique quan­to tráfego con­segue a pági­na no topo de clas­si­fi­cação, uma vez que esta esti­ma mel­hor o poten­cial de tráfego do tópi­co como um todo.

    Gener­i­ca­mente falan­do, quem pesquisa está à procu­ra de uma destas três coisas quan­do escrevem algo no Google:

    • Apren­der algo
    • Com­prar algo
    • Encon­trar um web­site específico

    Isto é denom­i­na­do intenção de pesquisa (a intenção por detrás da pesquisa).

    Quan­do escol­he palavras-chave para seguir, é impor­tante que escol­ha ape­nas as palavras-chave com as quais será capaz de pro­duzir con­teú­do que se alin­he com a intenção de pesquisa. É por isso que a Google sim­ples­mente não clas­si­fi­cará o tipo de con­teú­do que as pes­soas não estão à procura.

    Para algu­mas palavras-chave, a intenção de pesquisa vem obvi­a­mente da própria palavra-chave. Se alguém escreve “como treinar um cão” no Google, clara­mente está à procu­ra de apren­der, não de com­prar. Por esta razão, terá provavel­mente de cri­ar uma pub­li­cação no seu blog para clas­si­ficar esta palavra-chave, e não uma pági­na para vender os seus serviços de treinos para cães.

    Para out­ras palavras-chave, a intenção é um pouco menos… óbvia.

    Sele­cione uma palavra-chave como por exem­p­lo “pro­teí­na veg­ana em pó”. Esta pes­soa está à procu­ra de com­prar uma pro­teí­na veg­ana em pó, de saber quais são as mel­hores ou piores pro­teí­nas veg­ana em pó, ou algo mais?

    O mel­hor local para procu­rar por uma respos­ta a esta questão é nos resul­ta­dos de pesquisa.

    Se fiz­er­mos isto, ver­i­fi­camos que, vir­tual­mente, todos os resul­ta­dos são pub­li­cações de blogs lis­tan­do as mel­hores pro­teí­nas em pó. Por­tan­to, clara­mente quem pesquisa está à procu­ra de apren­der, não de comprar.

    A menos que ten­ha um blog, esta provavel­mente não é uma boa palavra-chave para se ten­tar classificar.

    Vamos ver os resul­ta­dos de pesquisa para out­ra palavra-chave, “caso­ta de cão”:

    Neste caso, todos os resul­ta­dos no topo são pági­nas de cat­e­go­ria de famosas lojas online. É percetív­el que quem pesquisa quer com­prar. Por­tan­to, a menos que ten­ha uma loja online que ven­da caso­tas para cães e que pos­sa cri­ar no seu web­site uma pági­na de cat­e­go­ria para este tipo de pro­du­to, não vale a pena seguir esta palavra-chave.

    Vamos ver os resul­ta­dos de mais uma palavra-chave, “comi­da de cão chewy”:

    Des­ta vez, todos os resul­ta­dos são de uma úni­ca mar­ca: Chewy. Então, é óbvio que quem pesquisa está à procu­ra de um web­site especí­fi­co. Des­ta for­ma, o mais prováv­el é que não con­si­ga clas­si­ficar-se nes­ta palavra-chave, já que não é esta marca.

    Esta é ape­nas uma breve expli­cação da intenção de pesquisa, por­tan­to se quis­er apren­der mais sobre o tópi­co, veja o post de blog abaixo.

    Leitu­ra recomen­da­da: Search Intent: Com­plete Begin­ner’s Guide 

    O “poten­cial de negó­cio” diz-nos o quão lucra­ti­vo é para o seu negó­cio clas­si­ficar uma deter­mi­na­da palavra-chave.

    Se a intenção de pesquisa se ref­ere a um pro­du­to de e‑commerce ou a uma pági­na de cat­e­go­ria, então respon­der à questão é bas­tante sim­ples. Per­gunte a si mes­mo se vende esse pro­du­to ou algu­ma vari­ação do mes­mo. Se a respos­ta for “sim”, a palavra-chave tem poten­cial de negócio.

    Mas se uma intenção de pesquisa se ref­ere a uma pub­li­cação num blog ou out­ro con­teú­do infor­ma­ti­vo, a questão tor­na-se um pouco mais com­plexa. Por isso mes­mo é que deve con­sid­er­ar se é capaz de apre­sen­tar o seu pro­du­to ou serviço através desse conteúdo.

    Por exem­p­lo, na Ahrefs, uma palavra-chave como “como procu­rar palavras-chave” tem um grande poten­cial de negó­cio já que vendemos uma fer­ra­men­ta de SEO que aju­da as pes­soas a pesquis­arem por palavras-chave. Para nós, é fácil apre­sen­tar­mos essa fer­ra­men­ta organi­ca­mente através de um blog sobre esse tópi­co, sem pare­cer força­do. (Provavel­mente já reparou como fize­mos o mes­mo ao lon­go deste artigo).

    Mas uma palavra-chave como “como insta­lar o Google Ana­lyt­ics” tem um “baixo poten­cial de negó­cio” para a Ahrefs. Isto deve-se ao fato de não con­seguirmos apre­sen­tar o nos­so pro­du­to num blog sobre este tópi­co, uma vez que nen­hu­ma das nos­sas fer­ra­men­tas con­segue aju­dar as pes­soas a insta­lar o Google Ana­lyt­ics. Ape­sar deste ser um tópi­co apel­a­ti­vo para o nos­so públi­co-alvo, o seu val­or de negó­cio é baixo.

    Aqui está a escala que nós usamos para avaliar o poten­cial de negó­cio para pub­li­cações no blog:

    Lem­bre-se que escol­her palavras-chave com poten­cial de negó­cio não sig­nifi­ca que deva tornar o seu con­teú­do vende­dor. Na ver­dade, é pre­cisa­mente o con­trário. Você está a escol­her palavras-chave com grande poten­cial de negó­cio para que cada apre­sen­tação ou menção do seu produto/serviço no seu con­teú­do seja real­mente útil e ajude o seu públi­co a resolver os seus problemas.

    Na teo­ria, qual­quer pes­soa pode clas­si­ficar uma palavra-chave com esforço suficiente.

    Mas no mun­do real, algu­mas palavras-chave são mais difí­ceis de clas­si­ficar do que out­ras, espe­cial­mente a cur­to e médio pra­zo. Por­tan­to, deve avaliar a difi­cul­dade de clas­si­fi­cação de uma palavra-chave antes de decidir se pre­tende usá-la.

    A for­ma mais fácil de com­parar a difi­cul­dade de clas­si­fi­cação de poten­ci­ais palavras-chave é uti­lizar uma pon­tu­ação de difi­cul­dade de palavras-chave. A maio­r­ia das fer­ra­men­tas de SEO têm esse recur­so, e a nos­sa é apro­pri­ada­mente chama­da Key­word Dif­fi­cul­ty (KD).

    Poderá ver a pon­tu­ação de KD ao mes­mo tem­po que as palavras-chave no Key­words Explor­er:

    Cada fer­ra­men­ta de SEO mede a difi­cul­dade de uma palavra-chave de for­ma especí­fi­ca. Nós fun­da­men­ta­mos a nos­sa no número de back­links pre­sentes nas pági­nas do topo da clas­si­fi­cação. Por out­ras palavras, quan­to mais alta for a pon­tu­ação KD de uma palavra-chave, mais back­links irá provavel­mente pre­cis­ar para se clas­si­ficar na primeira pági­na do Google.

    Pode fil­trar palavras-chave pela sua pon­tu­ação KD no Key­words Explor­er. Por isso, se só quis­er ver palavras-chave com baixa difi­cul­dade, só neces­si­ta alter­ar o fil­tro máx­i­mo para um val­or baixo, como 10:

    É impor­tante men­cionar ago­ra que muitos out­ros fatores afe­tam a ver­dadeira difi­cul­dade de pon­tu­ação de uma palavra-chave. Por isso, não deve con­fi­ar inteira­mente nas fer­ra­men­tas de pon­tu­ação de fer­ra­men­tas de SEO. Estas pon­tu­ações exis­tem para encon­trar de for­ma ráp­i­da palavras-chave de baixa difi­cul­dade, com base num deter­mi­na­do critério. No nos­so caso, é o número de back­links que neces­si­ta para se tornar competitivo.

    Se quis­er saber mais sobre os out­ros fatores que deve con­sid­er­ar quan­do procu­ra por uma palavra-chave de baixa com­pet­i­tivi­dade, veja o recur­so abaixo.

    Leitu­ra recomen­da­da: How To Find Low-Com­pe­ti­tion Key­words For SEO

    Considerações finais

    Escol­her palavras-chave para SEO não é assim tão com­pli­ca­do. Só está a olhar para palavras-chave onde:

    • O poten­cial de tráfego é elevado.
    • O poten­cial de negó­cio é elevado.
    • Pode cri­ar con­teú­do alin­hado com a intenção de pesquisa.
    • Você tem real­mente uma hipótese de classificação.

    Poderá demor­ar um pouco a encon­trar palavras-chave que se enquadrem na con­ta, mas é cer­ta­mente executável.

    Para um pas­so-a-pas­so com­ple­to sobre o proces­so de pesquisa de palavras-chave, veja este vídeo ou leia o nos­so guia de pesquisa de palavras-chave para prin­cipi­antes. Ambos expli­cam os princí­pios bási­cos da pesquisa de palavras-chave e como fazê-lo des­de o iní­cio ao fim.

    Tem algu­ma questão? Mande-me uma men­sagem no Twitter.

    Article Performance
    Data from Ahrefs
    • Websites com ligações

    The number of websites linking to this post.

    This post's estimated monthly organic search traffic.